Professor contemporâneo e os desafios de sua profissão.


Professor contemporâneo e os desafios de sua profissão.

Professor contemporâneo e os desafios de sua profissão

BETTIO, Adriane Regina¹

“Atualmente a educação exige que os educadores sejam multifuncionais, não apenas educadores, mas psicólogos, pedagogos, filósofos, sociólogos, psicopedagogos, recreacionistas e muito mais para que possamos desenvolver as habilidades e a confiança necessários em nossos educandos, para que tenham sucesso no processo de aprendizagem e na vida. (MARTINS; QUEIROZ,2002, p. 137) 3

Tomando por base esta citação, nos deparamos com as “diferentes funções” que o educador contemporâneo confronta-se em seu dia a dia para efetivar a sua prática pedagógica. As exigências de nossos educandos, pais, sociedade, são inúmeras, pois devemos ser e agir como “artistas”. Nesse sentido, percebe-se que as influências da mídia, das novas tecnologias, confrontam-se diretamente com a aprendizagem e com valores, mudanças estas constantes, não dando tempo para nos adaptarmos e outra se apresenta, modificada, ampliada. Frente a isso, o professor necessita estar seguro de sua ação pedagógica, mas muitas vezes, acaba também confundido com a inovação constante que permeia a educação de um modo geral.

Novas propostas pedagógicas, uma sempre tentando se sobressair às outra e, para o professor, resta adaptar-se e buscar resolver a sua aula de maneira que possa atender as demandas dos diferentes alunos e tendo que incluí-los nas suas diferenças e características físicas, psicológicas, cognitivas distintas, inseridos em uma cultura que na maioria das vezes é atingida pelas mudanças radicais impostas pela mídia, desestruturando os conceitos e valores estabelecidos transformando seu fazer e agir.

A violência, as drogas, a precocidade com que as mudanças acontecem, dificultam as relações entre professor e alunos gerando conflitos, o professor por sua vez, depara-se de “mãos atadas” para lidar com tais situações. Os pais repassam a responsabilidade de seus filhos para a escola, esta necessita do apoio dos mesmos para juntos acharem o caminho, para sanarem dúvidas, dificuldades enfrentadas no convívio escolar e familiar.

Enquanto os professores necessitam da ajuda dos pais, estes distanciam-se cada vez mais do espaço escolar, restando para a escola resolver os conflitos e anseios que se apresentam cada vez mais avançados, ousados. Em meio a este turbilhão de transformações o professor sente-se desafiado a estar em constante aperfeiçoamento, pesquisando, confrontando saberes tidos como ultrapassados com novos, buscando sempre o melhor para sua ação pedagógica, bem como para sua vida pessoal.

O que devemos ter presente em nosso fazer pedagógico é que mesmo com constantes transformações que nos desestabilizam, nos impulsionando a buscar novos métodos, novas práticas levando em consideração que temos em nossas mãos seres humanos, com sentimentos diferentes, dúvidas, curiosidades e para tanto, devemos ter a coragem para ousar, transformar, levando na bagagem o que é bom, unindo com novas e boas propostas que se adequem a nossa realidade, para efetivação de nossas aulas. Com isso, nos tornaremos profissionais seguros e eficientes, mas acima de tudo humanos, tendo a humildade de aceitarmos que somos frágeis, com limitações, mas que podemos e devemos errar, para buscarmos possíveis acertos, o novo, o diferente, não nos sentindo estagnados no tempo e na história, afinal, o mundo está em constante transformação, consequentemente a educação, os educandos, a sociedade de um modo geral.

Neste sentido, retomo a citação de início, que devemos ser como artistas, para melhorarmos nossa ação pedagógica, transformando os desafios encontrados em ações concretas no dia a dia escolar, transformando para melhor a educação de um modo geral, inserida na sociedade contemporânea na qual vivemos.

Referência Bibliográfica: MARTINS, João Luis; QUEIROZ, Tânea Dias. Pedagogia Lúdica. Jogos e Brincadeiras de A a Z 1ª ed. Editora Ridel, 2002.

1-  Educadora Física da Rede Municipal de Educação de Barra do Guarita



Enviar por e-mail Imprimir

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta

Rua Sobradinho, 09 - (55) 3616 1025

Horário de atendimento: 07h30mim às 11h30min e das 13h às 17h.

Visualizar mapa